Cade aprovou compra da 1ª fase do Complexo Eólico Cajuína, no RN

A AES Tietê informou que operação aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), divulgada na última sexta-feira, 25, em despacho no Diário Oficial da União (DOU), se refere à primeira fase do Complexo Eólico Cajuína, com 1,1 mil MW e localizado no Rio Grande do Norte.

O documento disponibilizado pelo Cade em seu site gerou a interpretação de que a geradora havia firmado a compra de um outro complexo eólico da Casa dos Ventos no Ceará, totalizando 420 MW de capacidade, denominado Ventos de Santa Tereza.

Em nota, a companhia esclareceu que o referido projeto se refere à primeira fase do complexo greenfield batizado de Cajuína. A menção ao Ceará diz respeito à sede da empresa com a qual o negócio foi fechado.

“Este é mais um importante passo que a AES Tietê dá no caminho de crescer no País 100% renovável, oferecendo aos clientes as melhores soluções em energia limpa. Além disso, o projeto aprovado vai gerar um investimento de mais de R$ 5 bilhões na região”, informou a empresa, por meio de nota. Com informações do blog Antenado

Fonte: IstoÉ Dinheiro (adaptado)