AGN investe quase R$ 7 milhões em empreendimentos chefiados por jovens no RN em pouco mais de dois anos

Os jovens no Brasil tem sido uma parcela da população fortemente afetada pela pandemia quando o assunto é o desemprego. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontaram, inclusive, que a taxa de desemprego entre os jovens de 18 a 24 anos ficou em 29,8% ao fim de 2020. O Governo do RN, através da Agência de Fomento do RN (AGN-RN), tem atuado no segmento para minimizar o impacto sobre esse grupo a partir da concessão de crédito orientado para empreendedores.

Antes mesmo da configuração desses números que afligem diariamente jovens entre 18 e 29 anos, a AGN vinham atuando nesse segmento e entre janeiro de 2019 e 13 de maio de 2021, a instituição garantiu a injeção de R$ 6,95 milhões em crédito para apoiar negócios chefiados por pessoas que integram esse público. No Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) estabelece que o termo “jovem” costuma ser utilizado para designar pessoas entre 15 e 29 anos, seguindo a tendência internacional.

Ao todo, 2.685 empreendedores foram atendidos nesse período de atuação. Apenas no ano de 2020, a Agência financiou 1.146 empreendedores e investiu 2,9 milhões. Neste contexto, a instituição financeira de fomento potiguar criou em parceria com a Secretaria das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh) a linha CredJovem – integrada ao programa Microcrédito do Empreendedor.

A operação da ferramenta iniciou em meados de 2020 com o objetivo de atuar com maior especificidade para o grupo e orientada em parceria com a Subsecretaria de Juventude do RN (Sejuv) para a construção de novos negócios ou em apoio a tais empreendimentos chefiados por jovens.