Academia de Letras suspende homenagem ao bom Pastor

Roda Viva – Tribuna do Norte – 08/11/20

A proibição imposta pelos médicos impediu dom Heitor de Araújo Sales comparecer a homenagem que a Academia Norteriograndense de Letras pretendia oferecer ao cardeal Eugênio de Araújo Sales, o norte-rio-grandense que ocupou a posição mais alta, em todos os tempos, na alta cúpula da Igreja, na próxima quarta-feira.

Foi  suspenso o evento programado para quarta-feira, pelo seu centenário de nascimento, que transcorre no dia de hoje.

Dom Heitor, irmão do Cardeal, pertence ao grupo de risco da Pandemia e foi proibido pelos sus médicos de comparecer ao evento da Academia, que preferiu suspender a homenagem.

A Arquidiocese do Rio de Janeiro iniciou as comemorações do centenário há um ano. Em Acari, hoje, está programada uma missa de ação de graças celebrada por D. Jaime Vieira da Rocha, marcando o centenário.

A Academia havia programado uma sessão que o cardeal Sales seria lembrada pelos acadêmicos padre João Medeiros e cônego José Mario e por representantes do clero: d. Heitor de Araújo Sales (seu irmão), d. Jaime Vieira da Rocha, padre Valqimar Nogueira, além dos acadêmicos Diógenes da Cunha Lima e Humberto Hermenegildo, além dos convidados Assis Câmara e Edvan Martins.

TerritórioLivre TN