Vereador Dr. Jairinho e mãe de Henry são presos no Rio de Janeiro

Vereador Dr. Jairinho e mãe de Henry são presos no Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu temporariamente, por 30 dias, o vereador Jairinho e a professora Monique Medeiros, padrasto e mãe do menino Henry Borel, de 4 anos. O casal estava na casa do pai do político do Solidariedade, o ex-deputado estadual Coronel Jairo. As informações são do Christiano Pinho, da BandNews FM e da Clara Nery, no Bora SP

Os investigadores concluíram que o parlamentar matou a criança, há um mês, e que Monique sabia das agressões, mas mesmo assim omitiu o que realmente havia acontecido na madrugada do dia 8 de março.

O casal sustentava que o menino poderia ter sido vítima de um acidente doméstico, mas as perícias feitas pela Polícia Civil e a reconstituição do caso descartaram essa hipótese.

O laudo da morte de Henry mostrou diversas lesões espalhadas pelo corpo, e que a causa da morte foi hemorragia interna e laceração do fígado.

Nesta semana a defesa do vereador Jairinho e da professora Monique Medeiros, padrasto e mãe de Henry Borel, pediu à Justiça, a anulação das provas produzidas a partir da perícia em eletrônicos apreendidos com o casal e familiares.

Os advogados alegaram que os celulares e notebooks, apreendidos no dia 26 de março, não foram lacrados antes de serem levados pelos policiais.

Na semana passada, a Justiça já havia negado a mudança da delegacia e a suspensão das investigações.

Qual sua opinião?