Twitter diz que post de Bolsonaro sobre ‘tratamento precoce’ da Covid viola regras da plataforma, mas mantém a mensagem no ar

O Twitter colocou na noite desta sexta-feira (15) uma marcação no post do presidente Jair Bolsonaro que falava sobre “tratamento precoce” contra Covid-19 que não tem comprovação, dizendo que a mensagem viola as regras da plataforma. Este tipo de medida restringe a circulação do tuíte, mas a mensagem continua disponível na rede social.

Na postagem feita nesta tarde, Bolsonaro disse que “Estudos clínicos demonstram que o tratamento precoce da Covid, com antimaláricos, podem reduzir a progressão da doença, prevenir a hospitalização e estão associados à redução da mortalidade”.

O Twitter colocou um aviso de que esse tuíte “violou as Regras do Tweeter sobre publicação de informações enganosas e potencialmente prejudiciais” relacionadas à Covid-19″. “No entanto, o Twitter determinou que pode ser do interesse público que esse Tweet continue acessível”, diz o comunicado que a plataforma colocou acima da postagem.

Esta não foi a primeira vez que o Twitter agiu contra postagens do presidente. Em março de 2020, tuítes de Bolsonaro foram apagados também por violação de regras relacionadas a conteúdos que envolvam a pandemia.