Receita Federal deverá cancelar 1 milhão de CPFs com indícios de fraudes

A Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil começou a operação de integridade e apurações de fraudes no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Sendo que mais de 1 milhão de CPFs serão cancelados.

A Coordenação-Geral de Gestão de Cadastros e Benefícios Fiscais (Cocad) realizará uma apuração na sua base de dados que poderá suspender os CPFs de brasileiros que podem estar mortos. Serão várias fases, que estarão organizadas em lotes mensais.

A ação verificará 1.007.965 documentos. Só no primeiro lote serão suspensos cem mil documentos

Na verdade a intenção para que um CPF de um brasileiro que já faleceu não seja usado por terceiros para cometer crimes tributários e outras irregularidades que poderão acontecer.

Sendo possível identificar a pessoa e, por consequência, melhorar a eficiência de políticas públicas que usam as informações do CPF, como agora, para oferecer o auxílio emergencial.

O CPF que for cancelado e tiver o desejo de contestar a suspensão e regularizar a situação, terá que entrar em contato com a Receita Federal.

Através do site estarão disponíveis os canais de atendimento. Existe o centro virtual de atendimento, o chat da Receita Federal, atendimento presencial e atendimento via e-mail, todos estão disponíveis na página.

Qual sua opinião?