Queiroga teme ser demitido

“Marcelo Queiroga pretende acumular o cargo de ministro da Saúde com o de presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia”diz a Crusoé.

“Segundo pessoas próximas, sua intenção é garantir um ‘porto seguro’, caso sua permanência no primeiro escalão do governo Jair Bolsonaro seja abreviada por questões políticas.”

Queiroga ainda nem assumiu, mas já teme ser demitido.

O Antagonista