Queiroga assume a Saúde em cerimônia fechada no gabinete de Bolsonaro

O médico cardiologista Marcelo Queiroga tomou posse como ministro da Saúde em cerimônia fechada no gabinete do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira (23/3). A informação foi confirmada pelo Metrópoles com fontes do Palácio do Planalto, em caráter reservado.

A assinatura do termo de posse foi assinada no terceiro andar da Presidência. O evento, ainda que breve, não constava na agenda inicial de Bolsonaro para esta terça.

Queiroga substitui o general Eduardo Pazuello no comando do Ministério da Saúde, após uma série de desgastes do general à frente da pasta. As mudanças devem ser oficializadas em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) ainda nesta terça-feira (23/3).

O médico Marcelo Queiroga foi escolhido por Bolsonaro em 15 de março, em meio às críticas sobre como o governo vinha conduzindo a pandemia, que se aproxima de 300 mil mortes pela Covid-19.conteudo patrocinado

Também na semana passada, antes de Bolsonaro anunciar a troca na pasta, Pazuello deu uma entrevista coletiva em tom de despedida. Disse que não pediu para ir embora, mas admitiu que o presidente Bolsonaro estava “reorganizando a pasta”.

No dia seguinte ao anúncio, em 16 de março, ao chegar ao Ministério da Saúde para uma reunião com Pazuello, Queiroga afirmou que “executará a política do governo”.

Fonte: Metropoles