Mais Médicos: Ceará reintegra 44 médicos cubanos na rede de saúde

Ceará reintegra 44 médicos cubanos na rede de saúde — Foto: José Leomar/SVM

Após registro único cedido pelo Ministério da Saúde (MS), 44 médicos cubanos atuam no projeto Mais Médicos no Ceará. A oficialização do retorno foi publicada em Diário Oficial da União (DOU), na última segunda-feira (5), mas, de acordo com o MS, alguns médicos atuam desde agosto na rede de saúde do Estado. Todos os profissionais listados ganham Registro Único (RMS) para exercício da medicina no país.

Os agentes de saúde cubanos foram distribuídos em 31 municípios cearenses do Interior do Estado. A cidade de Marco, a 217km da Capital, e integrante da Região Norte de Saúde do Estado, é a região que mais recebeu os profissionais. Quatro médicos foram incorporados à rede primária da cidade no dia 20 de agosto.

Segundo na lista de cidades que mais receberam médicos, o município de Caririaçu, a 255km de Fortaleza, conta com três profissionais cubanos desde 21 de agosto.

Entre as cinco macrorregiões de saúde cearense, a Norte foi a que mais recebeu os profissionais. Por lá, também acolheram médicos os municípios de Aracoiaba, Barreira, Croatá, Granja, Hidrolândia, Independência, Irauçuba, Itarema, Miraima, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Quiterianópolis, Santa Quitéria e Ubajara.

Outros municípios como Aracoiaba, Barreira, Barroquinhas, Beberibe, Bela Cruz, Boa Viagem, Croatá, Ibaretama, Iguatu, Itapipoca, Itatira, Jaguaruana, Paramoti, Redenção, Umirim e Uruburetama também receberam os profissionais.

Do G1 CE