Delegada e escrivão presos na Operação ”Cara de pau” na Paraíba

A delegada Maria Solidade de Sousa, presa nessa quinta-feira (22), e o escrivão da Polícia Civil que foi preso junto com ela, ficarão afastados de duas funções até que o inquérito seja concluído.

Eles são acusados de extorsão e há um vídeo que mostra o momento em que a delegada cobra pagamento de um agente da Polícia Rodoviária Federal para amenizar um inquérito contra ele. O agente pagou R$ 2,5 mil.

Essa não é a primeira vez que ocorrem problemas envolvendo a delegada Maria Solidade de Sousa. Em 2015, ela foi acusada de desviar dinheiro do pagamento de fianças na delegacia na qual trabalhava. 

Click PB