Brasil registra queda de 11% nos assassinatos no 1º trimestre do ano

O Brasil teve uma queda de 11% nos assassinatos nos três primeiros meses deste ano na comparação com o mesmo período de 2020. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Em janeiro, fevereiro e março, foram registradas 10.663 mortes violentas, contra 12.007 no primeiro trimestre de 2020. Ou seja, 1.344 a menos. Estão contabilizadas no número as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.

A queda acontece após um 2020 violento, mesmo com a pandemia do novo coronavírus. No ano passado, o país teve uma alta nos assassinatos após dois anos consecutivos de queda. Agora, apenas cinco estados contabilizam uma alta: três no Nordeste (Maranhão, Paraíba e Piauí) e dois no Norte (Pará e Roraima).

Os dados apontam que:

  • houve 10.663 assassinatos no 1º trimestre, 1.344 mortes a menos que no mesmo período de 2020
  • apenas 5 estados registraram uma alta nas mortes
  • Roraima teve o maior aumento nos crimes: 19%
  • Distrito Federal registrou a maior queda: -37%
G1