Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da Coronavac da China

foto: EBC

A Anvisa acaba de autorizar a importação de 6 milhões de doses da Coronavac, vacina chinesa testada em São Paulo.

O imunizante virá da China, segundo acordo fechado entre o governo de São Paulo e a farmacêutica chinesa Sinovac.

“A solicitação foi feita pelo Instituto Butantã para importação, em caráter excepcional, de vacina adsorvida covid-19 (inativa), em estudo clínico fase III, ainda sem registro no Brasil. O tema foi discutido em Circuito Deliberativo, entre esta quinta e sexta-feira (22-23/10)”, disse a Anvisa, na decisão.

O acordo com a Sinovac prevê a compra de 46 milhões de doses da Coronavac. A decisão de hoje se refere às primeiras 6 milhões de doses. O restante será produzido no próprio Instituto Butantan, com insumos importados da China.

A importação desses insumos, no entanto, ainda não foi liberada. Segundo Dimas Covas, o assunto está emperrado na Anvisa.

O Antagonista