Médica é investigada por suspeita de emitir laudos falsos de câncer de pele e fazer cirurgias de até R$ 5 mil em pacientes, diz polícia

Do g1 PR

Médica atua em Pato Branco, no Paraná — Foto: CC0 Public Domain/Divulgação

Uma médica que atua em Pato Branco, no sudoeste do Paraná, é investigada pela Polícia Civil por suspeita de emitir laudos falsos atestando que pacientes estavam com câncer de pele. A informação é do delegado da comarca, Helder Andrade Lauria. O nome da profissional não foi divulgado.

Conforme o delegado, nas consultas a médica examinava pintas e manchas dos pacientes e afirmava que algumas delas poderiam ser cancerígenas.

Na sequência, ela fazia retirada de material e encaminhava para um laboratório. Na reconsulta, ela apresentava ao paciente um laudo aparentemente falso com diagnóstico de câncer de pele.

Clique no link abaixo e Siga o canal “Blogdeassis – Notícias” no WhatsApp e receba as notícias em tempo real: https://whatsapp.com/channel/0029VaG2Zj9GU3BR4dl5H01l/

Segundo as investigações, a médica, então, marcava um procedimento de ampliação de margens, que consiste na retirada de parte da pele onde supostamente estaria o câncer. A cirurgia era feita no próprio consultório dela e custava de R$ 3 a R$ 5 mil por paciente, segundo a polícia.

A Polícia Civil disse que, até esta quarta-feira (28), seis vítimas procuraram a delegacia para prestar queixa contra a médica. Dentre elas, cinco realizaram a intervenção cirúrgica com a médica.

“Falava que a pessoa tinha câncer, naquele mesmo momento falava que precisava ser retirado e fazer o procedimento cirúrgico. A pessoa pagava e era feito o procedimento no consultório mesmo”, explicou o delegado.