Ataque de fúria: Guarda municipal atira em 2 chefes e se mata por causa de escala

Foto: reprodução

Um guarda civil municipal, identificado até o momento como Fam, atirou contra dois superiores e se matou em seguida, com um tiro, na manhã desta quarta-feira (7), em Cotia, na Grande São Paulo.

Um inspetor, identificado como Pires, morreu após ser baleado em um dos olhos. O subcomandante Luciano Stephano de Oliveira Leite foi alvo de ao menos oito disparos e, até a publicação desta reportagem, era atendido em um hospital da região. O estado de saúde dele não foi informado.

Mudança na escala

O Metrópoles apurou que o GCM Fam não teria feito um curso de qualificação, com duração de 20 horas, e por isso sua escala de trabalho foi modificada.

Na manhã desta quarta-feira, ele estava no pátio da corporação quando se desentendeu com o subcomandante supostamente por causa disso. Fam estava sem sua arma de serviço, mas portava uma de uso particular.

Quando o guarda civil partiu para cima do subcomandante Luciano, o inspetor Pires teria tentado intervir, momento em que foi morto com um tiro no olho.

Metrópoles.