Urgente: Justiça suspende greve da saúde

O desembargador Glauber Rego deferiu a tutela de urgência pedida pelo governo do estado para suspender a greve da saúde.

Para o Glauber é “indiscutível que as atividades desempenhadas pelos profissionais da saúde vinculados ao serviço de enfermagem são consideradas essenciais e inadiáveis, de modo que a interrupção de parte dos serviços coloca em risco direto à saúde pública de toda comunidade local”. 

O desembargador decidiu: ” defiro a tutela de urgência para suspender a deflagração do movimento grevista dos enfermeiros integrantes do SINDSAÚDE/RN e SINDERN, determinando a continuidade integral da força de trabalho, sob pena de multa diária no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), a ser suportada pelo sindicato da categoria, limitada, a princípio, em R$ 200.000,00 (duzentos mil reais)”. 

Certíssimo, o pessoal da saúde tem todo o direito de ter o piso respeitado, mas a greve foge de qualquer razoabilidade no momento atual. 

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros