Suspeita de fraude em processo seletivo da saúde de Mossoró é denunciada ao MP

O técnico Paulo Paiva, aprovado no Processo Seletivo temporário da prefeitura de Mossoró, denunciou ao Ministério Público suposta fraude na referida seleção, realizada para preenchimento de cargos temporários.

Segundo o denunciante, a convocação dos aprovados não está se dando mediante classificação dos aprovados, mas de acordo com afinidade política entre alguns vereadores e a gestão Allyson Bezerra (União Brasil).

Paulo revela que até chegou a ser convocado para trabalhar, mas quando foi tomar posse foi informado pela administração de que não havia local para ele trabalhar. “O interessante é que pessoas que foram aprovadas na trigésima nona, quadragésima, septuagésima colocação, foram lotadas em unidades básicas de saúde”, destaca Paulo Paiva, que foi aprovado para técnico na seleção citada.

Paulo Paiva é servidor do Estado, na área da Saúde, e, por lei, pode ter o segundo vínculo. “Quando preenchi a documentação da seleção, informei meu segundo vínculo. Há várias possibilidades de me lotar: poderia ser no SAMU, numa UPA. Quando cheguei lá para tomar posse, simplesmente me informaram que não tinha vaga. Como é que se faz um processo seletivo, e não tem a vaga. Pior: ainda convoca outras pessoas?”, questiona Paulo Paiva.

O Portal Boca da Noite tentou ouvir a prefeitura de Mossoró sobre a denúncia. Contactamos a assessoria da pasta, que não nos deu retorno sobre o questionamento. Hoje, falamos com a secretária da Saúde, Morgana Dantas. Ela informou que ainda não recebeu nada sobre o assunto.

Fonte: Portal Boca da Noite

Copy link