Roça de abóbora gigante produz fruto de até 80 kg em sítio no interior de RR

João Galdino com a abóbora de 80 kg, a maior do plantio. — Foto: Yara Ramalho/g1 RR

Abóboras que poderiam estar em um típico filme de Halloween ou feitas em um passe de mágica para serem usadas na carruagem da Cinderela. Em um sítio no Sul de Roraima, o agricultor João Galdino, de 42 anos, plantou, irrigou, adubou e na hora de colher, encontrou cinco abóboras gigantes, com pesos de até 80 kg. “Foi uma emoção grande e uma satisfação grande dessa terra produzir com essa qualidade”, diz João.

Os frutos nasceram no sítio Boa Paz, propriedade de João Galdino, localizado no município de São Luiz. Mas as sementes vieram da cidade de Santa Lúcia, no interior do Paraná, terra natal de João e da esposa dele, Rosa Ana, de 37 anos.

Do tipo moranga, com 80 kg e 1,96 metros de diâmetro, a maior abóbora colhida pelo agricultor é quase quatro vezes maior do que a maioria das abóboras do mesmo tipo, que medem cerca de 50 centímetros. Além disso, é quase três vezes mais pesada que a maioria delas, que costumam ter 30 kg.

Juntas, as cinco abóboras — que tiveram peso de 45 a 80 kg — podem ter ultrapassado 200 kg. Além delas, a aboboreira também gerou outras duas abóboras menores, que ainda não foram colhidas.

“Foi uma emoção muito grande e uma satisfação grande dessa terra produzir com essa qualidade. A gente fica muito satisfeito”, afirmou João Galdino.

g1 RR