Poeta potiguar torna pública luta contra depressão e lança campanha de financiamento para manter tratamento

O poeta, ator, escritor e produtor cultural Thiago Medeiros decidiu tornar pública a luta que vem travando há quase um ano contra a depressão. Em posts nas redes sociais e em entrevistas, o fundador do coletivo Insurgências Poéticas vem compartilhando com admiradores e amigos as angústia, causas e efeitos da doença. Nesse processo, segundo ele, foram três tentativas de suicídio.

Thiaguinho tem quase 20 anos de carreira, seis livros lançados e quatro textos para teatro escritos e encenados.

Um dos principais nomes da poesia de sua geração, agora busca apoio financeiro para ajudá-lo a vencer mais uma batalha. Afastado do trabalho e sem receber salário enquanto aguarda resultado da perícia do INSS, ele estima arrecadar R$ 6 mil, por meio de financiamento coletivo. É possível participar da campanha por meio da plataforma vakinha.com.

“Desde novembro de 2022 venho tratando clínica e com medicamentos a depressão e o problema com o álcool, este segundo recebi alta em junho, mês em que a depressão agravou e me levou a três tentativas de suicídio (sem sucesso, ainda bem), em menos de dez dias e uma internação no hospital psiquiátrico Severino Lopes. Após a internação são inúmeras descobertas, necessidades e enfrentamentos diários que apareceram. Desde então, estou afastado do trabalho, sem receber salário, esperando o resultado da perícia do INSS, que costuma ser demorada e está sendo. Como é sabido, sou uma família solo, órfão de pai e mãe”, disse.

Ele conta que decidiu recorrer à rede afetiva como forma de sobreviver ao adoecimento psíquico e ajudá-lo a honrar os compromissos financeiros. Recentemente, o produtor Nelson Rebouços organizou um show em apoio a Thiago Medeiros, que vem tentando arrecadar o dinheiro que precisa também vendendo seu mais recente livro “Pescoço do Infinito”/

“Esse financiamento é para você que faz parte da minha vida, da minha história, que acompanha o meu trabalho, que me admira, que gosta de mim, que possa me ajudar a honrar com meus compromissos financeiros sem me desesperar e me ajudar a ter um pouco mais de conforto durante o tratamento que tem custo alto para a minha realidade e não tem data para ter sim”, desabafa.

Agência Saiba Mais

Copy link