PC Siqueira, youtuber pioneiro no Brasil, é encontrado morto em SP

Agência Estado

Foto: Instagram

O influenciador e youtuber PC Siqueira, 37 anos, foi encontrado morto nesta quarta-feira (27). Segundo nota da Polícia Militar do Estado de São Paulo enviada ao Estadão, ele estava em Santo Amaro, zona sul da Capital. Veja comunicado abaixo.

“A Polícia Militar foi acionada para atendimento de uma ocorrência na tarde desta quarta-feira (27) em Santo Amaro, zona sul da Capital. No local, o Samu já havia confirmado o óbito. O caso foi registrado pelo 11º DP (Santo Amaro) como suicídio consumado. Mais detalhes serão preservados devido à natureza da ocorrência”, diz a nota enviada à reportagem.

Natural de Guarulhos, na Grande São Paulo, PC Siqueira foi um dos primeiros influenciadores do YouTube, que se lançou na mesma época de Felipe Neto. Ele sempre foi muito aberto com relação aos seus problemas de saúde mental.

No Natal deste ano, três idas antes de ser encontrado morto, PC Siqueira publicou uma mensagem em seu Instagram sobre a data. “Feliz Natal para você que não tem família, não tem muitos amigos ou não tem grana para fazer festa. Você não está sozinho!”, disse ele.

Em 2020, ele foi acusado de pedofilia, mas uma investigação policial não encontrou provas do crime. PC Siqueira teve seus dispositivos eletrônicos apreendidos para perícia, entre eles computador, HD externo, celular e até videogame.

No relatório da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, que o site Notícias da TV teve acesso com exclusividade, os peritos concluíram que o youtuber não armazenou ou compartilhou fotos, ou vídeos de conteúdo pornográfico de menores de idade.

Além disso, também não tinha conversas do influenciador com outras pessoas sobre o tema e ele tampouco fez buscas em sites de pesquisas a respeito do assunto. PC Siqueira parou de publicar vídeos no YouTube na época da acusação. Quando voltou a criar conteúdo para o canal, ele falou que passava por dificuldades financeiras e pediu doações.