Mulher morre atropelada por aluna durante prova de direção

Uma prova de direção terminou em tragédia neste domingo (6) em Alexânia, Goiás. Ozeni Alves Teixeira, de 49 anos, morreu após ser atropelada por uma aluna. Ela chegou a ser levada para o Hospital Municipal de Alexânia, mas não resistiu aos ferimentos.

Ao g1, o genro da vítima, Rafael Fernandes dos Santos, informou que ela foi atingida pelo carro enquanto aguardava com outros candidatos para fazer a prova prática.

Ozeni foi prensada no muro de um quiosque, onde estavam os demais alunos. Ela teve fraturas no ombro, no maxilar e na costela que perfuraram o pulmão. Mais duas pessoas foram atropeladas, mas sofreram leves escoriações.

Testemunhas também relataram que a aluna responsável pelo acidente havia sido reprovada na prova. Contam que ela se apavorou e acelerou de ‘arranco’ após o avaliador pedir para ela deixar o veículo na linha de chegada.

PERÍCIA

O Detran-GO informou que solicitou uma perícia no local e no veículo envolvido no acidente. Os envolvidos, incluindo o examinador, passarão por teste do bafômetro. Ele também será afastado do cargo até o fim das investigações.

“Paralela à investigação policial, o Detran-GO irá instaurar uma sindicância para apurar as circunstâncias do acidente”, disse, ainda, por meio de nota.

“O Detran-GO se solidariza com as vítimas e se coloca à disposição para dar todo apoio necessário aos envolvidos e às famílias”, completou.

O corpo de Ozeni foi levado para Instituto Médico Legal (IML), mas não havia sido liberado até 17h, segundo a família.

Diário do Nordeste