Governo Lula é positivo para 35% dos deputados federais, e Haddad é o ministro mais bem avaliado

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é visto como positivo por 35% dos deputados federais, enquanto 30% consideram a gestão regular e 33%, negativa. A informação consta em pesquisa divulgada nesta quinta-feira (10) pela Genial/Quaest. O instituto ouviu apenas 185 parlamentares, o que representa 36% do total, entre 13 de junho e 6 de agosto. A margem de erro é de 4,8 pontos percentuais.

Dos deputados que responderam ao instituto, 40% dizem ser governistas, 28% argumentam ser independentes e 27%, oposição. Cerca de 5% não souberam ou não responderam. Além disso, os que consideram a gestão Lula positiva se concentram no Nordeste, enquanto os que avaliam o governo como negativo são do Sul.

Em comparação com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Lula está fazendo uma melhor gestão para 43% dos parlamentares. Outros 36% acham que o atual governo é pior, 12% responderam que está igual e 8% não souberam ou não responderam.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, contrariou as expectativas e é o integrante mais bem avaliado pelos deputados, segundo a pesquisa. Ele teve o trabalho considerado positivo por 52% deles, contra 24% que disseram que ele é regula; 20% classificaram a atuação do ministro de negativa.

Em seguida, vem Flávio Dino (Justiça e Segurança Pública) e Simone Tebet (Planejamento e Orçamento). O primeiro teve 48% das avaliações positivas e 34% negativas, enquanto a ministra tem 47% das respostas positivas e 20% negativas.

O último lugar do ranking é ocupado pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa. De acordo com o estudo, o trabalho dele é tido como negativo por 41% dos deputados, enquanto 25% o consideram positivo.

Fonte: r7