Feminicídios: RN tem a 3ª menor taxa proporcional do Brasil

O Rio Grande do Norte tem a 3ª menor taxa proporcional de feminicídios do Brasil, 0,9 casos para cada 100 mil habitantes. E, em números absolutos, os feminicídios no RN aparecem na 5ª colocação da lista com menos casos no Brasil. Foram 16 em 2022.

Os dados são do Anuário da Segurança Pública 2023, divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e que traz os dados consolidados de 2022.

O Estado com maior taxa proporcional desse tipo de crime é Rondônia, com 3,1 casos por 100 mil habitantes. O Estado é seguido por Mato Grosso do Sul (2,9) e Acre (2,6). Entre os menos inseguros nesse aspecto estão Ceará (0,6), São Paulo (0,9).

De  acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira, os crimes de feminicídio estão em alta no País. No ano passado o Brasil registrou 1.437 casos. Em 2015, o governo federal sancionou a Lei do Feminicídio, que transforma em crime hediondo o assassinato de mulheres decorrente de violência doméstica ou de discriminação de gênero.

Em número absolutos, a maior quantidade de feminicídios cometidos no ano passado ocorreu em São Paulo, com 195 vítimas, seguido por Minas (171) e Rio (111). No fim da lista estão Roraima, com três casos, Amapá, com 8, e Acre, com 11.

Novo Notícias

Copy link