Família procura estudante de 19 anos desaparecida há três dias em Touros; polícia inicia investigação

Uma jovem de 19 anos está desaparecida desde a última segunda-feira (31), após sair da escola onde estudava, em Touros, no Litoral Norte potiguar. A família faz buscas pela estudante e registrou o desaparecimento nesta quinta-feira (3) na Polícia Civil.

Segundo informou o G1 RN, Raylla Alves Torres, de 19 anos, tem um filho de um ano e meio de idade e assiste às aulas do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), à noite, na Escola Municipal Dr. Orlando Flávio Junqueira Ayres, em Touros.

Segundo familiares de Raylla, ela participou das aulas normalmente, na noite de segunda-feira (31), e foi vista uma última vez pelos colegas de sala, por volta das 21h30. Desde então, não mandou mais notícias para a família.

A mãe de Raylla, Claudenilda Patrícia Alves, conta que a filha nunca tinha desaparecido sem dar explicações.

“É muita conversa desencontrada, e nada de encontrarem minha filha. Ela nunca fez isso. Sempre dedicada, sempre avisa onde está. Ultimamente estava com o celular quebrado, mas sempre avisa onde vai”, disse a mãe.

Ainda de acordo com a mãe, a jovem fazia o trajeto de casa para a escola a pé. No dia em que desapareceu a jovem estava com uma camisa branca, da farda, e uma calça legging-jeans.

Patrícia ainda relata que informou à polícia informações de testemunhas que disseram que a jovem teria saído da escola acompanhada de uma colega e teria sido vista em uma moto com uma pessoa, ao lado do hospital do município.

Desde a segunda-feira (3), o filho de Raylla está com a família do pai.

A Polícia Civil ainda está em fase inicial das investigações. Segundo o delegado de Touros, Jaime Groff, o desaparecimento foi registrado oficialmente pela família nesta quinta-feira (3), na delegacia do município. Nenhuma testemunha foi ouvida oficialmente até o fim da manhã.

De acordo com ele, familiares tinham procurado a base da Polícia Militar do município na terça-feira (1º), para comunicar o fato, mas não tinham registrado o desaparecimento de Raylla na Polícia Civil, responsável pelas investigações.

96 FM

Copy link