DNOCS nega recolhimento de equipamentos e afirma que recursos são de emendas de Beto Rosado

O Departamento Nacional de Obras Conta a Seca (DNOCS) informou que os equipamentos agrícolas enviados pelo órgão ao Rio Grande do Norte são fruto de emendas do ex-deputado federal Beto Rosado (PP) e negou que tenha existido recolhimento.

Foram R$ 18 milhões para máquinas e equipamentos destinados a prefeituras através das emendas.

No dia 15 de dezembro a jornalista Thaísa Galvão revelou que equipamentos do DNOCS estariam sendo recolhidos das prefeituras potiguares e atribuiu a material entregue pelo senador Rogério Marinho (PL) quando era ministro do desenvolvimento regional. Na matéria (confira AQUI) ela atribui a uma decisão da Controladoria Geral da União (CGU). Já no dia 19, ela voltou ao assunto afirmando desta vez que o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que os equipamentos fossem recolhidos em que pátios já estariam recebendo os equipamentos em Natal, Mossoró, Caicó, Currais Novos e Santa Cruz (leia AQUI).

A história foi repercutida em vários veículos de comunicação, inclusive nesta página, que não tem compromisso com a desinformação e registra a nota do DNOCS.

Uma coisa está certa: se houve recolhimento de equipamentos não foram os entregues pelo DNOCS.

Fonte: Blog do Barreto