Corretor é morto com fio de ferro de passar e suspeito confessa

Um corretor de seguros foi morto com um fio de ferro de passar roupas, dentro do apartamento onde morava, em Vitória (ES). O suspeito, que teria conhecido a vítima em um aplicativo de relacionamento, foi preso pelo crime.

Uma câmera de monitoramento registrou quando o corretor Deivid dal Rio, de 34 anos, e Breno Freire Ribeiro entraram juntos no prédio, no último domingo (18).

Três horas depois, Breno, que estava de bermuda, é visto saindo sozinho, de calças. Depois, foi flagrado trafegando o veículo da vítima. Uma amiga do corretor estranhou o sumiço dele e foi ao apartamento. Munida da chave do imóvel, entrou e encontrou o apartamento revirado. No quarto, encontrou Deivid caído, ao lado da cama, com um fio no pescoço.

A polícia conseguiu localizar o carro após analisar imagens das câmeras. Breno tentou fugir, mas foi detido; tiros foram disparados durante o cerco ao fugitivo. O autor foi preso e confessou o assassinato, mas deu pelo menos três versões para o crime.

Em uma delas, afirmou que tinha um relacionamento com a vítima há quatro meses e foi ao local para terminar o namoro. Os dois brigaram e, depois deu um golpe “mata-leão”, e enforcou o corretor com um fio. Outra versão dá conta que sofreu um estupro e reagiu.

*Com informações do SBT News