Corpo de padre que estava desaparecido é encontrado em decomposição

O padre José de Sousa Carvalho, desaparecido há mais de uma semana, foi encontrado morto e em estado avançado de decomposição neste sábado (12/8), próximo à rodovia MG-431 em Itaúna, na Região Central de Minas Gerais. O religioso de 61 anos foi visto pela última vez em 4 de agosto, quando saiu de casa dirigindo um carro e não retornou.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo foi encontrado à beira de um córrego às margens da estrada em trecho que liga Itatiaiuçu e Itaúna. O cadáver estava parcialmente nu e a perícia não conseguiu fazer a identificação, mas há a suspeita de que a morte pode ter ocorrido há mais de dois dias.

Em nota enviada à reportagem, a Polícia Civil informou que o corpo foi identificado por familiares no Instituto Médico Legal (IML). Mesmo com o reconhecimento, devido ao estado de decomposição, foi solicitado um exame de DNA para a confirmação da identidade.

A diocese de Oliveira, onde era registrado o padre José de Sousa Carvalho, emitiu uma nota de falecimento, informando que o sacerdote será velado neste domingo (13/08), das 10h às 12h, no Cemitério Parque Nossa Senhora das Dores, em Itaguara. O sepultamento será no mesmo local.

Segundo a diocese, o pároco, conhecido como Padre Carvalho, já trabalhou em Itaguara, Santana do Jacaré e Ribeirão Vermelho. Ele estava afastado da atividade desde 2020 para se dedicar aos cuidados médicos do pai.

Correio Braziliense