Alegando crise financeira, Prefeitura de Tangará cancela desfile de 7 de setembro e anuncia demissão de comissionados

A Prefeitura de Tangará anunciou em uma nota divulgada nesta quarta-feira (06) que vai adotar medidas de economia  devido à redução nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O município anunciou que vai cortar contratos e demitir comissionados como o intuito de economizar recursos públicos.

Desde o início da semana, que a Prefeitura teve a situação financeira agravada, com o corte de energia realizado pela Neoenergia Cosern, por falta de pagamento da conta de luz de prédios públicos, que inclui a sede da Prefeitura, escolas municipais e até o mercado público da cidade.

A prefeitura também cancelou os desfile cívico que deveria ocorrer nesta quinta-feira (07). O Ponta Negra News apurou que algumas escolas irão realizar o evento por conta própria.

Segundo o município, por conta da crise, houve o bloqueio ilegal de verbas públicas do FPM destinadas à saúde, educação e serviços públicos elementares, perpetrada pelo TangaráPrev, o que gerou corte da iluminação pública. Nesta quarta-feira, a Prefeitura conseguiu pagar todas as contas de luz atrasadas e religá-la em menos de 24h.

Ponta Negra News

Copy link