TSE dá 24 horas para Bolsonaro mostrar provas sobre denúncia de fraude eleitoral

Após a apresentação de dados levantados por uma auditoria particular contratada pela campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), o ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgou despacho, na noite desta segunda-feira (24/10).

O documento dá o prazo de 24 horas para que sejam apresentadas provas que comprovem os números apresentados em coletiva de imprensa pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Caso as denúncias não sejam provadas, a coligação do presidente poderá ser enquadrada por crime eleitoral.

Correio Braziliense

Copy link