Sesed afirma que o RN avançou na redução dos índices criminais em 2022

O trabalho integrado entre as forças de segurança pública do Rio Grande do Norte resultou em um recorde alcançado na redução dos índices criminais. No aspecto da redução das mortes violentas, o Estado atingiu, nesta terça-feira (11), a marca de 2.500 vidas salvas. O índice é resultado da diferença no quantitativo de mortes violentas no comparativo entre a gestão atual e a gestão anterior.

Os números são da base de dados disponibilizados pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), responsável por contabilizar e analisar diariamente os registros das Condutas Violentas Letais Intencionais, os chamados CVLIs.

A comparação do período de 1º de janeiro de 2019 a 11 de outubro 2022, em que foram registradas 5.187 mortes violentas, com o período de 1º de janeiro de 2015 a 11 de outubro de 2018, onde 7.688 crimes foram praticados, aponta 2.501 vidas salvas, uma redução de 32,5%.

Quanto aos aspectos das condutas criminais, destaque para a redução no número de homicídios dolosos no Estado. Foram 6.212 ocorrências no período de gestão 2015-2018, contra 4.125 ocorrências no período da atual gestão, entre 2019-2022, o que significa -33,6%.

Outro destaque positivo acontece nos crimes de latrocínio, o roubo seguido de morte. Redução de 272 registros na última gestão, para 201 registros na atual gestão estadual, são 26,1% a menos.

A política de trabalho integrado entre forças de segurança pública e a Secretaria de Estado das Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH), resultou em grande redução nos casos de feminicício. Enquanto 128 ocorrências foram registradas na gestão anterior, a atual gestão pontuou 68 ocorrências, diminuição em 46,9%.

Redução de mortes violentas nos maiores municípios:

Mossoró (Redução de 17,0%)
2015-2018: 839
2019-2022: 696

Natal (Redução de 49,4%)
2015-2018: 2.089
2019-2022: 1.052

Parnamirim (Redução de 56,5%)
2015-2018: 543
2019-2022: 236

São Gonçalo do Amarante (Redução de 32,4%)
2015-2018: 410
2019-2022: 277

Fonte: SESED RN

Copy link