Médico espanca e mata cachorro por não fazer xixi no lugar certo

O médico anestesista Leopoldo Felippe, 30, foi preso em flagrante após espancar e matar um filhote de cachorro da raça Spitz Alemão, em Cascavel, na região oeste do Paraná. Ele está preso na cadeia pública da cidade, após ser autuado pelo crime de maus-tratos, cometido na última segunda-feira (10).

O caso ocorreu no prédio em que o tutor mora, no bairro Cancelli. Vizinhos ouviram os fortes gritos do animal, começaram a filmar a agressão e acionaram a polícia. Leopoldo chegou a levar o cão até uma clínica veterinária, que fica perto do apartamento, mas Capitu, uma cadela de apenas seis meses, não resistiu e morreu.

Um laudo parcial de necropsia feito na cadela Capitu apontou que o animal sofreu hemorragia intracraniana severa por traumatismo cranioencefálico. O documento foi divulgado nesta tarde e será usado no processo. Em entrevista ao UOL, o chefe da delegacia do Meio Ambiente do Paraná, delegado Matheus Laiola, diz que o agressor nem imaginava que estava sendo filmado.

“Ele falou para a Polícia Militar que o cão tinha feito xixi no lugar errado. Durante o interrogatório, negou que teria agredido o filhote e teria dito que ele teve um mal súbito. Mas as imagens são bem fortes e comprovam o crime de maus tratos. Por isso, a gente sempre reforça a importância de sempre denunciar”, afirma.

UOL