Hospital de Extremoz suspenderá atendimentos por falta de pagamento e redução de profissionais

Médicos que atuam no Hospital Presidente Café Filho, no município de Extremoz, decidiram paralisar os atendimentos na unidade de saúde a partir das 7h do dia 20/10, devido a redução do número de profissionais da escala de plantões.

A empresa contratante dos profissionais reduziu de três para dois médicos por plantão, sobrecarregando as atividades e colocando em risco a saúde dos pacientes. Antes da redução, a empresa já vinha atrasando o pagamento dos salários do terceiro médico, o que persiste há dois meses.

Em assembleia realizada nesta segunda-feira (17), no Sinmed RN, foi decidido que será iniciada uma negociação com a empresa, ao mesmo tempo em que foi deflagrada a paralisação por tempo indeterminado, sendo realizados apenas os atendimentos de emergência no hospital.

O sindicato vai solicitar audiência com a prefeitura para discutir o problema para a normalização dos atendimentos, além de solicitar visita de fiscalização do Conselho Regional de Medicina do RN.

Fonte: Sinmed RN

Copy link