Dispensamos o perdão de Edir Macedo’, diz Gleisi Hoffmann após bispo reconhecer vitória de Lula

A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), publicou um tweet nesta sexta-feira (4) ironizando e dispensando o perdão de Edir Macedo. O dono da TV Record, principal líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus gravou um vídeo na quinta (3) declarando que é preciso “perdoar” o presidente eleito Luís Inácio Lula da Silva (PT), pois vitória foi “vontade de Deus”.

O religioso afirmou ainda que orou para que o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), fosse reeleito. “Eu orei, ‘ó, Deus, quero que Bolsonaro ganhe. Mas seja feita Vossa vontade, sobretudo, porque o Senhor é quem manda. Então, o que é que eu vou fazer agora? Tocar a vida para frente”, disse.

Na publicação, Gleisi ainda acusou o religioso de induzir “milhões de pessoas a acreditarem em barbaridades sobre Lula e sobre o PT, usando a igreja e seus meios de comunicação para isso”. E insistiu: “a nossa consciência está tranquila”.

Copy link