Vendas de fim de ano devem injetar R$ 156 milhões em Natal e Mossoró

foto: reprodução

A retomada das atividades econômicas na pandemia de coronavírus deve trazer uma movimentação positiva para o comércio e injetar R$ 156 milhões na economia potiguar neste final de ano. É o que aponta a Pesquisa de Intenção de Compras para o Natal 2021, produzida pela Fecomércio RN, por meio do Instituto Fecomércio.

Realizada em Natal e Mossoró, a estimativa mostra crescimento de 1,6 ponto percentual na capital e 5,4 no interior do Estado,   no comparativo com o ano de 2020, quando 55,2% tinham pretensões de adquirir produtos visando a data. Por outro lado, o índice deste ano ainda é inferior aos 67,1% registrados em 2019.

O levantamento, feito entre os dias 6 e 26 de novembro, ouvindo 600 pessoas, com objetivo de municiar os comerciantes e produtores com informações sobre o comportamento do consumidor, mostra que em Natal e Mossoró mais de 56% dos entrevistados pretendem presentear alguém.

A data comemorativa deve levar 532 mil consumidores às compras, sendo 435 mil em Natal e 97 mil em Mossoró. No caso da capital, o quantitativo representa um aumento de 3% em comparação ao ano passado, quando 423 mil apontaram intenções de compras.

Apesar de ainda não recuperar os números de 2019, a tendência traz um fôlego a mais para o momento, especialmente com o incremento do 13º salário na renda do trabalhador. Para o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomercio/RN), Marcelo Queiroz, “a expectativa é positiva”, mas os R$ 156 milhões a serem injetados na economia ainda são inferiores do período pré-pandemia. 

Tribuna do Norte