Rádio potiguar perde um dos seus ícones

Roberto Machado um dos maiores nomes do rádio potiguar, morreu na madrugada de hoje, na Casa de Saúde São Lucas.

Aos 82 anos, irmão do também comunicador Franklin Machado, fez aniversário semana passada, com  comemoração da data no Iate Clube, onde sofreu um AVC. Levado para o Hospital, não saiu mais.

Machado foi, sem nenhuma dúvida, o maior narrador esportivo da era Machadão. Machado atuou, praticamente em todas as emissoras de Natal, e no Diário de Natal.

 Fez um longa carreira no rádio, que só se encerrou em 1983,sempre fazendo esporte.

“A partir deste ano deixei o rádio de vez e comecei a trabalhar em jornal. Comecei pelo Diário de Natal, depois Tribuna do Norte, e fui para a Radiobrás, que naépoca era EBN.

Aí veio o Collor, que acaboucom a empresa.

Em seguida vim para o Diári ode Natal, novamente, a convite de Albimar Furtado”.

O velório de Machado começa, às 13 horas no cemitério Morada da Paz, onde acontecerá o sepultamento às 18 hs.

Fonte: Território Livre/TN