Presidentes de Câmaras Municipais iniciam luta por autonomia na região Oeste

Os presidentes de Câmaras Municipais na região do Médio Oeste potiguar iniciaram um movimento pelo fortalecimento dos Legislativos e da luta municipalista. A ideia é inserir o legislativo nos temas de interesse coletivo e no contexto federativo, como forma de mostrar à opinião pública a importância da chamada “Casa do Povo”.

Uma série de encontros será realizada para consolidar a ideia. O primeiro aconteceu em Apodi, no fim de semana, a primeira cidade do Médio Oeste. O anfitrião, presidente Júnior Souza, reforçou a importância de fortalecer o poder legislativo municipal na região, criando forças de participação dos vereadores no processo de desenvolvimento de cada município.

“Queremos que as câmaras tenham autonomia legislativa, recursos humanos e financeiros essenciais ao seu regular funcionamento adequado para realidade de cada município, e que a partir daí possa participar diretamente da luta de cada município”, explica o presidente da Câmara de Apodi, em entrevista ao JORNAL DE FATO.

Júnior Souza confirma que está criada a Frente Parlamentar Mista pelo Fortalecimento das Câmaras Municipais e Vereadores, com participação dos presidentes das câmaras de Apodi, Felipe Guerra, Governador Dix-sept Rosado, Caraúbas, Itaú, Severiano Melo, Olho d’Água do Borges, Rodolfo Fernandes, Umarizal e Taboleiro Grande.

O movimento não é isolado, tem o incentivo da Federação das Câmaras Municipais (FECAM) e da União dos Vereadores (UVERN). A Frente também buscará o apoio dos Executivos, como parte do entendimento de que a luta municipalista deve ser conjunta. “O nosso movimento não é algo isolado, de interesse individual ou algo parecido. É a luta conjunta, de união de forças, em prol dos municípios”, afirma.

Jornal de Fato