Pós-graduação em TI tem inscrições abertas para servidores públicos do RN

Por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Administração (Sead), o Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com inscrições abertas para uma nova turma de sua Residência em Tecnologia da Informação, desta vez exclusiva para servidores efetivos e empregados públicos do Estado do Rio Grande do Norte. Os interessados têm até 06 de janeiro de 2022 para se candidatar. O edital do processo seletivo está disponível no site https://imd.ufrn.br.

A Residência em TI enquadra-se na categoria de pós-graduação lato sensu, com duração de 18 meses, e é caracterizada pela formação teórica combinada com a prática em ambientes de tecnologia. Desse modo, o objetivo do curso é qualificar profissionais através de atividades de capacitação e de sua inserção em ambientes e projetos reais, visando também a integração com o mercado de trabalho e o fomento à inovação em diferentes setores e organizações.

Podem participar do processo seletivo os servidores públicos estaduais efetivos e empregados públicos do Executivo Estadual graduados em Tecnologia da Informação, Computação ou áreas afins, ou que estejam na condição de concluinte dos respectivos cursos. Ao todo são ofertadas 12 vagas, todas destinadas à área de Concentração de Desenvolvimento de Software.

As inscrições devem ser feitas através do sistema SIGAA/UFRN (https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public). Neste endereço, basta clicar no item Pós-Graduação > Lato Sensu e, em seguida, acessar o módulo de Processos Seletivos. Localize “Programa de Residência em TI – SEAD – VAGAS DO ESTADO” e clique no botão “Visualizar Dados do Processo Seletivo”. Enfim, é só clicar na opção da inscrição, preencher o formulário e anexar a documentação solicitada.

A Sead, por meio do Fundo de Desenvolvimento do Sistema de Pessoal do Estado (Fundespe), custeará o Programa de Residência em Tecnologia da Informação para os profissionais selecionados. No entanto, caso o servidor ou empregado venha a solicitar exoneração, demissão, ou aposentadoria do cargo, antes de cumprido o período de permanência no curso, deverá ressarcir ao órgão os gastos com o seu aperfeiçoamento.

Como contrapartida do investimento, os servidores ou empregados que concluírem a pós-graduação atuarão no desenvolvimento e implantação de um sistema próprio de gestão da folha de pagamento do Governo do Estado. Conforme Portaria publicada pela Sead nesta sexta (09/12), terão que permanecer no exercício de suas funções após o término da Residência em TI para se dedicar na gestão desse novo software por, no mínimo, um período igual ao do programa.

Seleção

O processo seletivo será realizado em duas etapas: homologação das inscrições e prova de conhecimentos específicos, que acontecerá presencialmente no dia 15 de janeiro, em formato eletrônico, através do sistema Multiprova da UFRN.

O programa de conteúdos da prova de conhecimentos específicos é estabelecido no Anexo II do edital, segundo itens da Área de Concentração 1 – Desenvolvimento de Software.

O resultado final da seleção será divulgado no dia 21 de janeiro, na seção de editais do site do IMD. O início da residência está previsto para acontecer no dia 1 de fevereiro.

Os horários das atividades do Programa de Residência em Tecnologia da Informação, assim como a coordenação do processo seletivo e supervisão do curso serão de responsabilidade do IMB-UFRN. A Escola de Governo fará o acompanhamento da gestão do programa.