Operação apreende mais de meio milhão de reais e prende em Natal foragido da Justiça condenado

A Polícia Federal (PF) em ação integrada com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (16), na Grande Natal, a operação Conexão Audi objetivando prender um foragido da Justiça de SP, identidade não divulgada, condenado por tráfico de drogas, roubo, sequestro e formação de quadrilha.

Cerca de 32 policiais federais e rodoviários federais cumpriram dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão expedidos, respectivamente, pela 2ª Vara da Justiça Federal no RN e pela Vara de Execuções Penais de São José do Rio Preto (SP), além do bloqueio de contas bancárias e sequestro de bens.

A investigação teve início em junho de 2020, a partir da abordagem de um motorista durante fiscalização da PRF na BR-320, em Campina Grande (PB).

Naquela oportunidade, o condutor levantou suspeita por estar acompanhando um caminhão que tinha se envolvido em um acidente de trânsito quando levava um contêiner carregado de mangas e que seguia para exportação através do Porto de Natal.

Assim, tendo em vista as circunstâncias relacionadas às declarações prestadas no momento daquela abordagem e, levando-se em conta que nos últimos anos foram registradas diversas apreensões de drogas no porto de Natal, geralmente com enxerto de entorpecente em cargas de frutas a serem exportadas para a Europa, a PF foi avisada e entrou nas investigações conseguindo descobrir a verdadeira identidade do acusado, bem como a sua localização em Natal, além de constatar que ele adquiriu nos últimos dois anos diversos bens como veículos, caminhões e reboques, munido de documentos e se passando por outra pessoa.

Também foi levantado que o investigado, foragido desde 2018 quando cumpria pena em regime semiaberto, possui antecedentes criminais por receptação, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Durante as buscas hoje realizadas os policiais apreenderam com o acusado um total de R$ 613.904,00 em espécie, uma pistola cal. 45, munições de igual calibre, 11 celulares, motocicleta, veículos de luxo, alguns dos quais, zero km e seis cavalos.

Além do cumprimento do mandado de prisão, o envolvido também foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo.

Após submetido a exame de corpo de delito no Instituto Técnico e Científico de Perícia do RN (Itep/RN), o homem se encontra custodiado na sede da PF, onde aguarda o pronunciamento da Justiça, descreve nota oriunda da assessoria de comunicação da PF.