Morre mochileiro que percorreu mais de 36 mil km pelo Brasil e se acidentou na etapa final da viagem em MS

Tiago Escarcell Boher morreu, nesta sexta-feira (19), na Santa Casa de Campo Grande. O jovem que era mochileiro e viajou 36 mil quilômetros pelo Brasil se acidentou de forma grave, na BR-060, no município de Paraíso das Águas (MS), na terça-feira (16).

Natural de Pelotas (RS) e torcedor fanático pelo Grêmio Atlético Farroupilha, Tiago teve uma parada cardiorrespiratória e o protocolo de reversão não teve sucesso. O óbito foi constatado às 7h55, desta sexta.

O rapaz estava na etapa final da realização de um sonho: desbravar todos os estados do país com a namorada, Jennifer Santos, 19 anos, e uma motocicleta. Após oito meses e 13 dias na estradas, Tiago iria concluir o mochilão pelo Brasil em Mato Grosso do Sul. A irmã da vítima, Fabiane Bohrer, relatou ao g1, que o rapaz sempre teve o apoio da família.

“Tiago é a melhor pessoa que já conheci, não tinha nada de maldade no coração dele! O sonho dele era viajar por todos os estados do Brasil com a sua moto, e nós sempre apoiamos todas as vontades que ele tinha. Precisamos ser fortes pelo nosso tesouro, para superar e seguir em frente”, relatou. 

Estado de saúde de Jennifer 

A namorada de Tiago, Jennifer Santos, 19 anos, segue internada em estado grave na Santa Casa de Campo Grande. A jovem sofreu múltiplas fraturas pelo corpo e está em observação no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), consciente e estável no momento, a mãe da jovem já está na cidade para acompanhar a filha. 

Tiago e Jennifer estavam juntos há pouco mais de um ano, a jovem também compartilhava o espírito de aventura e a vontade de desbravar o mundo. “A Jennifer é uma menina ótima, sabemos que ela sempre amou meu irmão, torcemos para ela sair dessa bem e se recuperar”, disse a irmã de Tiago. 

Horas antes do acidente

Horas antes do acidente que vitimou Tiago Escarcell Boher, de 32 anos, e deixou Jennifer Santos, 19 anos, em estado grave, o casal publicou um vídeo nas redes sociais, soltando fogos de artifício para comemorar os 36 mil quilômetros percorridos em pouco mais de oito meses de viagem e a chegada ao destino final: Mato Grosso do Sul.