Menino de 9 anos morre em piscina de escola; mal súbito é hipótese provável

Um menino de 9 anos morreu enquanto realizava atividades com os colegas em uma piscina da escola particular Luiz Junior, na área continental de São Vicente, litoral de São Paulo. A polícia trabalha com a hipótese dele ter sofrido um mal súbito antes de afundar e ser socorrido pela professora.

O caso ocorreu por volta das 15h30, no Colégio Luiz Júnior, que fica na Rua Antonio Riscale Husni, no bairro do Rio Branco, em São Vicente. Por volta desse horário, equipes da Polícia Militar foram informadas de que um menino havia se afogado no local.

Quando os agentes chegaram, segundo a polícia, receberam a informação de que a criança estava em uma piscina recreativa da unidade, brincando com outras crianças quando, inesperadamente, “mergulhou”.

A piscina é rasa. Tem cerca de 70 centímetros de profundidade, o suficiente para que uma criança de 9 anos fique em pé, com boa parte do corpo para fora. Em média, uma criança com essa idade, do sexo masculino, tem 1,30 centímetros de altura.

Imagens das câmeras de monitoramento da escola, que estão sendo analisadas pela polícia, mostram o momento em que ele pula na água, brincando com os colegas da 5ª série do Ensino Fundamental, quando se aproxima da borda e, repentinamente, afunda.

A professora, vendo a cena, corre para resgatá-lo e ele é retirado da água ainda com vida, mexendo braços e pernas. A escola então acionou imediatamente o Corpo de Bombeiros e equipes do Resgate compareceram à unidade.

Os agentes prestaram os primeiros socorros no local, levando em seguida a criança ao CREI (Centro de Referência em Emergência e Internação de São Vicente. Ela não resistiu e morreu no hospital.

Fonte: UOL