Mais de 80% das dívidas das igrejas são de apenas 16 entidades

Cerca de 80% de todas as dívidas dos 9.230 grupos evangélicos, católicos, espíritas e islâmicos brasileiros estão concentradas em um grupo de 16 entidades religiosas que devem juntas R$ 1,6 bilhão em impostos. Entre as 16 super devedoras, nenhuma instituição tem uma dívida menor do que R$ 20 milhões. Os dados são da PGFN (Procuradoria Geral da Fazenda Nacional) e foram obtidos pelo portal UOL.

As igrejas não precisam pagar impostos. Mas a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) e a contribuição previdenciária precisavam ser pagas. Algumas instituições religiosas tentavam driblar a legislação e são autuadas pela Receita Federal. Elas distribuíam parte da arrecadação entre os principais dirigentes e lideranças sem pagar os tributos obrigatórios.

Em março deste ano o Congresso isentou as igrejas do pagamento da CSLL. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tinha vetado esse projeto porque a área econômica do governo entendeu que ele violava a Lei de Responsabilidade Fiscal. Não vetá-lo poderia implicar em crime de responsabilidade.