Liga Contra o Câncer inaugura na quinta-feira (11) nova sala de alta complexidade

Sempre em busca do aperfeiçoamento no tratamento e em fornecer o acesso às mais modernas tecnologias aos seus pacientes, a Liga Norte Riograndense Contra o Câncer inaugura nesta quinta-feira, 11, a partir das 10h, a Sala de Alta Complexidade Dr. Gilverson de Araújo Cordeiro.

Com um investimento de R$2.553.155,00 – onde 90% é composto de recursos oriundos de ações do Ministério Público do Trabalho, através da Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região -, a sala contará com a mais moderna estrutura para a realização dos mais variados tipos de procedimentos neurocirúrgicos, notadamente as cirurgias de tumores do sistema nervoso central, além de cirurgias de alta complexidade de outras especialidades como cirurgia de cabeça e pescoço, cirurgia oncológica entre outras.

“Com a nova estrutura, somada ao aparato cirúrgico de última geração da instituição, conseguiremos reunir na Policlínica o melhor da neurocirurgia. Essa sala de alta complexidade vem para aprimorar uma estrutura que já era excelente. Teremos capacidade de aumentar o número de cirurgias realizadas, promovendo mais celeridade e conforto para os pacientes com resultados potenciais ainda melhores”, afirma o médico neurocirurgião Diogo Menezes.

No último mês de agosto, através de um investimento de mais de um milhão e meio de reais, a Liga Contra o Câncer adquiriu o microscópio cirúrgico de última geração Pentero, da marca alemã Zeiss, que permite neurocirurgias menos invasivas e com maior precisão e eficácia.

O equipamento de alta tecnologia, considerado um dos mais modernos da categoria no mundo, elevou o padrão de excelência do parque tecnológico da instituição, sendo o primeiro modelo em nosso Estado e um dos poucos em operação no Norte-Nordeste.

“A inauguração da Sala de Alta Complexidade Dr. Gilverson de Araújo Cordeiro, somada à estrutura já existente e à recente aquisição do microscópio Pentero significa um salto de segurança, rapidez e inovação da técnica cirúrgica para os pacientes. Serão cirurgias mais ágeis e pacientes com menores riscos de sequelas, promovendo ainda uma recuperação pós-cirúrgica mais rápida”, garante Diogo Menezes.

A nova sala de alta complexidade já está instalada e receberá, no dia seguinte (12), o primeiro procedimento cirúrgico em sua estrutura, às 07h. A inauguração acontecerá em formato híbrido, onde, além da cerimônia presencial, será disponibilizado um link para acompanhamento do evento de forma virtual. A estrutura é destinada a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) no Nordeste, assim como para os pacientes da saúde suplementar.

Reconhecida pela democratização do acesso à oncologia de ponta, a Liga realiza por ano quase 1,5 milhão de procedimentos e destina quase 70% de seu atendimento a pacientes do SUS, como parte de sua missão de levar a melhor assistência oncológica a todos os cidadãos, independente da forma de acesso. “Esse investimento fortalece a posição da Liga como instituição de referência em cirurgias não neurológicas não apenas no Nordeste, mas também em âmbito nacional, refletindo o empenho da instituição em oferecer um atendimento de excelência para toda a população”, afirma o coordenador Médico da Liga, Arthur Vilarim.