Justiça: Fórum Seabra Fagundes realiza destruição de bens apreendidos no Depósito Judicial

A Direção do Fórum Miguel Seabra Fagundes, em Natal, iniciou, na última sexta-feira (03), o processo de inutilização de bens apreendidos e mantido no Depósito Judicial da comarca de Natal.

Esse foi o primeiro procedimento de destruição de materiais guardados no Depósito Judicial desde o início da pandemia, diz texto do site do Tribunal de Justiça do RN (TJRN).

Na ocasião, foram destruídos aproximadamente 45 mil itens, dentre os quais DVDs, CDs, e vários equipamentos eletrônicos antigos, como jogos de videogame, carregadores de pilhas, controles remotos, adaptadores, fontes de energia, toca CD de veículos e uma TV de cinco polegadas (foto).

Após a destruição, complementa a informação, todo o material resultante foi removido pela Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis e Desenvolvimentos Sustentáveis (Coocamar), entidade que é o parceira do TJRN para esse tipo de trabalho de retirada.