JFRN sedia abertura da primeira turma regional de residência em tecnologia da informação

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte sediou a abertura da primeira turma regional de Residência em Tecnologia da Informação. Serão 40 alunos e outros 14 servidores do Judiciário Federal que participarão dentro da formação interna.

O Desembargador Federal Rubens Canuto, que integra a Rede de Inovação JF5, lembrou que o projeto de residência surgiu na Justiça Federal do Rio Grande do Norte, agora começa a expansão regional. ¿E logo estará nacionalmente¿, destacou.

O Diretor do Foro da JFRN, Juiz Federal Carlos Wagner Dias Ferreira, falou da alegria do projeto nascido nessa Seção Judiciária que está sendo implantado regionalmente. Já o reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, José Daniel Diniz, agradeceu ao Judiciário d a 5ª Região pela confiança no trabalho que começa ser desenvolvido. O diretor do Instituto Metrópole Digital, professor José Ivonildo Rego, chamou atenção para a formação promovida a partir do IMD e a importância da parceria com a Justiça Federal.

Juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Marco Bruno Miranda Clementino detalhou que a turma de residente estará atuando com as Seções de toda a região, sendo uma para cada Estado: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe e duas diretamente com o Tribunal.

O evento contou com a participação de Paulo Costa, que integrou a primeira turma de residência da JFRN e trouxe um depoimento sobre o crescimento profissional que ocorreu a partir do aprendizado no Judiciário Federal potiguar. 

*JFRN