Fátima e a estratégia do silêncio como resposta aos ataques dos adversários

Os ministros Rogério Marinho e Fábio Faria dedicaram boa parte dos últimos meses aos ataques contra a governadora Fátima Bezerra (PT).

A verdade pouco importava. Eles queriam impor uma narrativa a qualquer custo. Não colou. A governadora tem um índice de aprovação razoável no Estado e lidera as pesquisas de intenção de voto. Fátima preferiu jogar com o silêncio e deu certo. Quando um não quer dois não brigam.

Agora Rogério e Fábio brigam entre eles numa guerra para a montagem de palanques que no fim das contas favorece a petista que assiste de camarote a disputa entre os ministros bolsonaristas.

Se eles queriam briga, agora brigam entre eles.

Blog do Barreto

Qual sua opinião?