Famílias que coletaram comida em caminhão de lixo recebem doações: ‘Vamos fazer uma ceia’

Famílias que procuraram comida em caminhão de lixo em Fortaleza recebem doações na véspera do Natal — Foto: Fabiane de Paula/SVM

Moradores que foram vistos procurando comida dentro de um caminhão de lixo na porta de um supermercado no Bairro Cocó, em Fortaleza, receberam cestas básicas na manhã desta sexta-feira (24), véspera de Natal.

Doze famílias receberam duas cestas básicas cada. A boa ação realizada nesta sexta é da empresária brasileira Mônica Saraiva Panik, que mora na Alemanha há quase três décadas.

Um vídeo gravado pelo motorista de aplicativo André Queiroz mostra o momento em que as famílias buscam comida no veíclo. A imagem foi compartilhado nas redes sociais em 17 de outubro e teve repercussão internacional. Nas imagens, registradas em 28 de setembro, homens e mulheres coletam comida jogada fora por um comércio.

A dona de casa Jaqueline Batista é uma das pessoas que aparece na filmagem. Ela explica que ficou desempregada no período da pandemia e para sobreviver teve que catar latinhas. No momento que Jaqueline Batista procura latinhas, ela aproveita e pega os alimentos. A dona de casa recorda a cena emocionada.

“Eu estava lá no meio sempre ia buscar lixo lá. Por causa do coronavírus eu fiquei desempregada e fui catar latinhas para viver. E quando vínhamos para o mercantil pegávamos as sobras de comida, resto de comida. E hoje com esse gesto a gente nunca imaginou, né? Pessoas boas existem.”

“Hoje estou muito feliz, hoje vou comer um frango. Vamos fazer uma ceia, mas antes vou comer um franguinho cozido. Vai ser ótimo e abençoado. Que 2022 seja um ano bom para todo mundo.”

A aposentada Sandra Maria disse que a doação foi feita “na melhor hora possível”. Após a repercussão da imagem dela perto do caminhão, a aposentada recebeu ajuda e ganhou um carro de lanche. Apesar da idade, ela conta que voltará a trabalhar em janeiro.

“A doação veio na melhor hora possível, melhor momento possível, pois eu necessitava bastante. Feijão em casa eu tenho, mas os temperos eu já não tinha. Eu arranjei um dinheirinho e comprei uns ovinhos e comi. E no Natal a gente sempre gosta de comer uma coisa melhor. Chega ser uma coisa maravilhosa para gente. Uma benção isso aqui. Minha ceia hoje vai ter franguinho e vai ser bom.”

Do g1 Ceará