Falta de pagamento por parte do América-RN encerra atividades da equipe de futebol feminino

Os R$ 50 mil cedidos pela Confederação Brasileira de Futebol, em maio, ao América Futebol Clube para o cumprimento das obrigações do clube com jogadoras e despesas do futebol feminino na disputa da Série A-2 do Campeonato Brasileiro ainda não foram repassados para atletas e comissão.

Nesta segunda-feira, um novo episódio: a ex-coordenadora do departamento de futebol feminino do América, Júlia Medeiros, publicou, em suas redes sociais, uma carta aberta à imprensa e apoiadores do futebol feminino. O NOVO teve acesso ao comunicado, horas antes da publicação, onde a profissional relata a atual situação e o descontentamento com as atitudes da cúpula americana diante dos acontecimentos.

Após o título estadual, a equipe feminina iniciou sua preparação para a competição nacional. Em reuniões realizadas sobre o aporte financeiro que seria recebido pela instituição, Júlia contou que ficou acordada uma ajuda de R$ 5 mil do clube para o brasileiro, mas só R$ 2 mil foi repassado.

“Só foram repassados dois mil reais, pois, ao se aproximar do campeonato, o clube começou a receber dinheiro da CBF para os gastos, o que nos ajudou a manter boa parte do que foi acordado e decidido para a equipe feminina, sendo esses gastos inteiramente relacionados a jogos e treinos. Todos eles sendo comprovados e entregues as notas fiscais ao setor responsável do clube”, garantiu a ex-supervisora.

Novo Notícias