Empresas começam a exigir comprovante de vacinação em seleções

A pandemia trouxe uma infinidade de mudanças no mercado de trabalho brasileiro e cearense, como o home office, a maior flexibilidade de horários e mesmo a digitalização dos processos.

O avanço da vacinação no País tem posto luz também para a exigência do comprovante durante a contratação de novos colaboradores, prática que divide a opinião de especialistas.

A gerente executiva de seleção da MRH Gestão de Pessoas e Serviços, Valéria Mota, pontua que a incidência dessa exigência ainda é muito baixa, sendo observada em poucas empresas no Estado.

Ainda assim, ela acredita que a prática pode virar tendência a médio prazo, com o avanço da aplicação da segunda dose.

“As empresas ainda estão muito temerosas. É como se fosse para blindar a segurança. Você colocando pessoas com as duas doses da vacina, usando máscara e álcool, a chance de contágio diminui sensivelmente, então diminuem os riscos”, explica Mota.

No entanto, ela admite ter dúvidas sobre a legalidadedessa exigência e aconselha as empresas a consultarem o departamento jurídico antes de colocar esse pré-requisito. “Talvez seja por isso que tem tão poucas empresas agindo dessa forma”, afirma.