Dorval, companheiro de Pelé e ídolo do Santos, morre aos 86 anos

Do r7

O futebol brasileiro está de luto neste domingo (26). Morreu hoje Dorval, um dos maiores jogadores da história do Santos, aos 86 anos.

O ex-jogador estava internado na Casa de Saúde de Santos com um quadro de tosse e não resistiu. O velório será na Sala de Mármore da Vila Belmiro. O clube decretou luto de sete dias.

Nascido em Porto Alegre, em 26 de fevereiro de 1935, Dorval Rodrigues chegou ao Santos em 1957 e, em quatro passagens pelo clube, conquistou nada menos do que 20 títulos, entre eles o bicampeonato da Libertadores e do Mundial, em 1962 e 1963 e fazia parte do histórico ataque, ao lado de Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe.

O presidente Andres Rueda lamentou a perda do ídolo eterno. “Dorval é um dos jogadores inesquecíveis, que ajudou a construir essa linda história do Santos. Merece todas as reverências por sua trajetória. O Santos perdeu um de seus maiores ídolos hoje”, afirmou.

Foram 612 jogos com a camisa alvinegra, sendo o quinto a mais vesti-la na história, além de 194 gols, marca que o coloca entre os seis maiores artilheiros do clube.