Ciclone provoca chuvas de até 450 mm e causa calamidade na Bahia (BA)

Um ciclone extratropical formado na costa Sul do Brasil ajudou a provocar intensas tempestades em cidades do sul da Bahia (BA) nesta semana. Pelo menos 30 cidades decretaram situação de emergência.

Na cidade de Itamaraju (BA), três pessoas da mesma família morreram soterradas depois de um deslizamento atingir ao menos seis casas. A situação mais grave foi identificada no município de Jucuruçu (BA), que ficou submerso após rios transbordarem.

O governo da Bahia iniciou uma força-tarefa e enviou três aeronaves para atendimento específico de demandas urgentes de defesa social, informou a gestão estadual.

O Governador baiano, Rui Costa (PT), afirmou que estudos do governo vão servir de suporte para a definição de ações de reconstrução do que ficou destruído pela chuva.

“Vamos fazer um levantamento detalhado de tudo que precisa ser reconstruído: estradas, pontes e casas que foram destruídas. Mas só dá para fazer esse levantamento depois que a água baixar, porque você precisa ver o estrago, de fato, e a solução técnica que vai ser dada em cada ponto em que se perdeu aquela infraestrutura”, declarou.

Segundo meteorologistas, o ciclone formado no Atlântico Sul deve se intensificar ainda mais nesta sexta, mas não passa próximo à costa brasileira.

O centro de baixa pressão que formou o fenômeno está mais ao Norte do que o usual, o que fez com que formasse uma frente na altura no nordeste de Minas Gerais (MG), norte do Espírito Santo (ES) e oeste e sul da Bahia (BA).