Ex-prefeito pagava R$ 20 as mães para estuprar menores

53eO ex-prefeito de Taiobeiras, interior de Minas Gerais, Joel Cruz Santos, de 76 anos, vai responder pelos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual de crianças e adolescentes, podendo ser condenado a mais de 30 anos de prisão. Ele foi preso na semana passada em uma de suas fazendas, no estado do Pará, e apresentado pela Polícia Civil mineira nesta segunda-feira.

Segundo o delegado Alessandro Lopes, seis vítimas foram identificadas, mas a investigação prossegue no sentido de localizar outras. As próprias mães levavam as filhas para os atos sexuais com Joel que, segundo as investigações, pagava de R$ 20 a 200 pelas práticas.

O advogado do ex-prefeito, Heberth Alcântara, alega que ele é inocente e que tudo não passa de perseguição política, “o que será provado nos autos”. Joel Cruz Santos será encaminhado ao Presídio Regional de Montes Claros.

Foragido desde outubro de 2015, quando teve a prisão preventiva decretada pelo juiz da comarca da cidade, Marcelo Bruno Duarte, Joel foi preso em uma das suas fazendas, no município de Curionópolis, no Pará, na quinta-feira. A prisão foi anunciada oficialmente no domingo.

Estado de Minas